domingo, 20 de setembro de 2009

Que sempre tem a razão

Ah claro! O que ele fala é verdade, o que ele faz é o certo. Como poderia eu, que sou apenas eu- uma adolescente que não sabe de nada- contradizer-lo? Claro que o que os outros me dizem não é verdade (que dizer, quando ele não concorda). E lá vem sarcasmo, acho que até que quem não está acostumado com esses “pois é” e “claro...” pode até achar verdade, mas eu não acho nem um pouco convincente. Será que os outros não fazem nada certo mesmo? É sempre tão fácil encontrar um defeito; é tão simples encontrar um defeito “em mim”. Mas não sou uma anomalia. É fácil encontrar um defeito em qualquer um que seja. Existe mesmo a perfeição em uma pessoa, pois eu acho que uma pessoa que se acha perfeita é apenas egoísta “ porque eu...” “para mim...” “se fosse eu...” . Por favor... Não é só você que tem a razão! Não adianta reclamar né? Nós é que cometemos o erro você só tenta concertá-los. Ah é... Se não fizéssemos isso ou aquilo você não faria nada. Mas para vai... Com esse papo de “eu é que sei e faça o que mando”, não sei sair de discutições sem chorar ( não que eu seja fraca, sou apenas sensível)e uma coisa que li sobre nós,os librianos, se não é verdade se aplica perfeitamente à mim: não sei demonstrar bem o que sinto. Acho que a maioria das pessoas que conheço pensaria que estou enganada, é claro que eu começo a agir estranho e todos percebem, mas não sabem o motivo, o sentimento que está me fazendo mal, muitas vezes nem eu sei. Não sei direito, mas penso que meus sentimentos ficam guardados bem dentro de mim. Por isso muitas vezes estou calada ou muito tagarela, não quer dizer que eu esteja feliz ou triste, devem ser só mascaras do que realmente estou sentindo. Sou mais do tipo que sofre só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seus coments